Taquicardia

Taquicardia

 Taquicardia significa atividade cardíaca excessivamente rápida. O coração bate muito depressa. Muitas vezes, isso é resultado de um susto ou de atividade física. Mas pode tratar-se de aviso de que alguma coisa não vai bem.

A taquicardia ventricular, ou fibri­lação ventricular, é uma forma grave de arritmia cardíaca que requer acompanhamento cardiológico, pois pode levar à morte. Trata-se de um problema de transmissão dos impulsos elétricos através dos ventrículos, que são a parte muscular mais volumosa do coração, pois bombeiam o sangue para o corpo. Os ventrículos recebem estímulos desordenados, e funcionam mal.

A taquicardia atrial é o mesmo fenômeno na altura dos átrios. Estes são as câmaras musculares que recebem o sangue proveniente do corpo e dos pulmões.

Os ataques de taquicardia variam quanto à duração, à causa, ao risco e à intensidade. Podem ocorrer na síndrome do pânico, no estresse emocional ou físico, na insônia, no esgotamento nervoso e em inúmeros distúrbios cardíacos e nervosos. Certas drogas produzem taquicardia, como as anfe­taminas, muito usadas para emagrecer (não recomendamos), e os vasocons­tritores (como os descon­ges­tionantes nasais). É muito importante, portanto, estudar e combater a causa. Recomendamos a consulta a um cardiologista.


Programa Saúde Total

Levando informações aos ouvintes sobre saúde e qualidade de vida, valorizando os benefícios da natureza: ar puro, atividade física, água, luz solar, alimentação, repouso, abstinência e muito mais.