URTIGA-VERMELHA

URTIGA-VERMELHA

URTIGA-VERMELHA
(Urtica urens, Urtica minor, Urtica scalpa).
 
 
FAMÍLIA: Urticáceas.
 
OUTROS NOMES: Urtiga-da-miúda.
 
DESCRIÇÃO: Haste vermelha. Folhas alternas ou opostas e dotadas de estipulas. O pecíolo, também vermelho, sustenta um limbo oval ou elíptico, peninervado, fortemente serreado, crespo, pubescente. Flores unissexuadas, monóicas, reunidas em cachos axiais. O fruto é um aquênio oval ou alongado. 
 
USO MEDICINAL: As folhas bem tenras, das extremidades, misturadas com outras ervas, são usadas em saladas ou guisados para estimular as funções digestivas, facilitar a secreção urinária (na hidropisia), ajudar no tratamento da diabetes e da anemia.
Em saladas, ensopados, chás, sucos, a urtiga age poderosamente como depurativa do sangue, pelo que se usa nas afecções da pele, gota, reumatismo, etc.
         É um bom remédio contra os cálculos renais.
         Aumenta a secreção do leite das mulheres que amamentam.
         É preciso tomar cuidado com os espinhos da urtiga, ao apanhar suas folhas. Depois de colhidas as folhas, os próprios espinhos ficam murchos, inofensivos.
 
PARTE USADA: Toda a planta, fresca e florida.
 
DOSE: Normal. 

Programa Saúde Total

Levando informações aos ouvintes sobre saúde e qualidade de vida, valorizando os benefícios da natureza: ar puro, atividade física, água, luz solar, alimentação, repouso, abstinência e muito mais.