MARAVILHA

MARAVILHA

MARAVILHA
(Mirabilis jalapa, Mirabilis dichotoma).
 
 
FAMÍLIA: Nictagináceas.
 
OUTROS NOMES: Jalapa-falsa, bonina, boas-noites, belas-noites, beijos-de-frade.
 
DESCRIÇÃO: Planta ornamental, cultivada em jardins. Altura: até 1 metro. Haste suculenta. Folhas lanceoladas, acuminadas. Axilas repletas de flores pedunculadas, vermelhas, amarelas ou raiadas de branco-vermelho, ou de branco-amarelo, que se abrem somente à noite. O fruto é uma cápsula foliácea, ovóide, que se abre à menor pressão. A cápsula é deiscente, torcendo-se sobre si mesma e derramando suas sementes.
 
USO MEDICINAL: A raiz é drástica e diurética.
Usa-se contra as afecções herpéticas, hidropisia, leucorréia; 10 gramas de raiz para 1 litro de água; uma a duas xícaras por dia.
Para as dores de ouvido nas crianças, provenientes de mudança de temperatura, vento, etc., dá bom resultado o suco das flores recém-espremidas. Introduz-se o suco no ouvido, mantém-se durante uns quinze minutos a meia hora, e deixa-se escorrer. E, em seguida, outra vez se pinga, desse suco, no conduto auditivo, e tapa-se com algodão. Não bastando duas aplicações para acalmar a dor, fazem-se três ou quatro.
As flores, aplicadas diretamente sobre a pele, são boas para curar herpes, sardas e manchas. O suco das flores também se presta ao mesmo fim.
 
PARTE USADA: Flores e raiz. 

Programa Saúde Total

Levando informações aos ouvintes sobre saúde e qualidade de vida, valorizando os benefícios da natureza: ar puro, atividade física, água, luz solar, alimentação, repouso, abstinência e muito mais.