Molibdênio

Molibdênio

 MOLIBDÊNIO

O molibdênio está distribuído em quantidades vestigiais no organismo. É rapidamente absorvido, sendo excretado principalmente através da urina. O excesso de cobre pode diminuir a absorção de molibdênio e ferro.

O molibdênio faz parte da enzima xantino-oxidase, que atua na formação de ácido úrico e na mobilização de ferro à partir da ferritina hepática. A função de outras enzimas, como a aldeído-oxidase e a sulfito-oxidase têm também que ver com o molibdênio.

A FAO/OMS sugere que a quantidade de 2 mcg por kg de peso corporal é suficiente para manter o equilíbrio orgânico deste elemento-traço.

Vários alimentos o contêm, como os cereais integrais, as leguminosas, os vegetais de folhas verde-escuras e o leite. O conteúdo nos alimentos vegetais reflete a riqueza do solo.


Programa Saúde Total

Levando informações aos ouvintes sobre saúde e qualidade de vida, valorizando os benefícios da natureza: ar puro, atividade física, água, luz solar, alimentação, repouso, abstinência e muito mais.