5 MINUTOS DE SAÚDE VARIAÇÃO DE ALIMENTOS

5 MINUTOS DE SAÚDE VARIAÇÃO DE ALIMENTOS

 Não tenhais à mesa, numa mesma refeição, variedades muito grandes de alimentos; três ou quatro são bastante. Na refeição seguinte podeis ter uma mudança. Deve a cozinheira apelar para as suas faculdades inventivas a fim de variar os pratos que prepara a mesa, não devendo o estômago ser compelido a tomar as mesmas espécies de alimentos refeição após refeição.

 

Devemos cuidar de nossos órgãos digestivos, e não lhes impor grande variedade de alimentos. Aquele que se empanturra de alimentos numa só refeição, está causando dano a si próprio. É mais importante que comamos o que se harmoniza conosco do que provarmos de cada prato que é posto diante de nós.

 

Não há em nosso estômago uma porta pelo qual possamos ver o que vai lá dentro; assim, devemos usar nossa mente e raciocinar da causa para o efeito. Se vos sentis excitados, parecendo que tudo vai mal, talvez seja porque está sofrendo as conseqüências de comer grande variedade de alimentos.

 

Os órgãos digestivos desempenham parte importante na felicidade de nossa vida. Deus nos deu inteligência, para que pudéssemos saber o que usar como alimento. Não devíamos nós, como homens e mulheres ajuizados, analisar se o que comemos é próprio ou irá nos causar danos? Pessoas que tem azia possuem em geral má disposição.

 

Tudo parece ser-lhes contrários, e eles são inclinados a tornarem-se mal humorados e irritáveis. Deve-se haver paz entre nós, devemos dedicar mais atenção à questão de ter um estômago pacifico.

                                                                          Conselho Sobre Regime Alimentar, págs. 109-112.


Programa Saúde Total

Levando informações aos ouvintes sobre saúde e qualidade de vida, valorizando os benefícios da natureza: ar puro, atividade física, água, luz solar, alimentação, repouso, abstinência e muito mais.